Buscar
  • TERRAÇO

Separação do lixo no condomínio, uma atitude sustentável

Você que é síndico já parou para pensar o impacto positivo que você pode causar ao meio ambiente e a sociedade se organizar a separação do lixo do seu condomínio. De acordo com a EJESAM (Empresa Junior de Consultoria Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina- UFSC) você pode iniciar essa mudança com algumas atitudes bacanas como:

1 – Disponibilizar no condomínio espaços ou contentores para acondicionar separadamente o lixo, reciclável, orgânico e não reciclável;

2 – Você pode colocar acima do local destinado a cada tipo de lixo uma pequena orientação instruindo o que deve ser acondicionado ali;

Vamos as dicas de separação:

1 – Nos recicláveis você pode instruir a colocação de materiais como vidros, papeis, metais e plásticos. Vale ressaltar que para serem descartados nessa categoria os materiais precisam estar limpos.

2 – Nos orgânicos você pode instruir a colocação de qualquer matéria orgânica como restos de frutas, verduras e outros alimentos.

3 – Na categoria não recicláveis ficam as embalagens sujas, papéis e guardanapos engordurados, papéis metalizados, parafinados ou plastificados, adesivos, etiquetas, fita crepe, papel carbono, fotografias, papel toalha, fraldas descartáveis ou absorventes íntimos. Ainda nessa categoria entram os espelhos, esponjas de aço, objetos de cerâmica.

Esse é um primeiro passo, posteriormente é possível refinar essa separação e até contar com a ajuda de uma empresa especializada. Em alguns casos é possível gerar até uma receita para o condomínio.Se você precisar de orientação a Terraço possui parceiros que podem ajudar você nessa área.



5 visualizações0 comentário