Buscar
  • TERRAÇO

PARA QUE SERVE O PAGAMENTO DO CONDOMÍNIO E O QUE COMPÕE ESSA TAXA?


Já se perguntou para que você paga o condomínio e para onde vai o dinheiro arrecadado? Se quer entender tudo sobre o assunto, acompanhe o post e siga a gente!


A taxa do condomínio é obrigatória. Tanto inquilinos quanto proprietários devem pagá-la. Caso ela não seja honrada, faltarão recursos para pagar as despesas e o condomínio pode ficar inadimplente, tendo que recorrer a mais cobranças direcionadas aos outros moradores que estão em dia com seus pagamentos.


Mas, afinal, uma pergunta que permeia rotineiramente a cabeça das pessoas é para que elas pagam o condomínio e para onde vai o dinheiro arrecadado?


A taxa de condomínio é um valor arrecadado mensalmente dos moradores. Ela tem o propósito de custear serviços importantes, como segurança, impostos, conta de água, manutenção das áreas comuns do prédio e gastos com produtos de limpeza, por exemplo. Para calcular a taxa de condomínio, é preciso avaliar todos os gastos do prédio.


São seis os principais grupos de despesas:


Mão de obra (CLT ou terceirizada) – 45 % a 70% das despesas;

Tributos e benefícios relacionados a empregados – 20% a 30%;

Água e esgoto, gás encanado – 10% a 15% das despesas;

Energia elétrica – 5% a 10% das despesas;

Elevadores – 5% a 10% das despesas;

Inadimplência – até 15% da receita, que acaba virando despesa.


Para reduzir custos, uma das primeiras medidas é analisar a folha de pagamentos. Revisar contratos antigos de manutenção também é recomendável. Outra medida importante, especialmente em imóveis antigos, é realizar uma vistoria nos sistemas hidráulico e elétrico a fim de se descobrir vazamentos e outros problemas. Fora isso, é possível fazer campanhas para o uso consciente destes recursos e instalar dispositivos de controle de iluminação nas áreas comuns.


Como se pode ver, a taxa de condomínio é, portanto, fundamental para a manutenção dos prédios, a segurança e o bem-estar dos moradores.

0 visualização0 comentário