Buscar
  • TERRAÇO

O que se deve fazer em um caso de incêndio no condomínio?


Nunca se sabe quando esse tipo de acidente pode ocorrer, então, é sempre bom se manter informado. Cada decisão deve ser tomada com rapidez, destreza e responsabilidade porque inúmeras vidas podem estar em risco. Como síndico, condômino e cidadão devemos estar preparados! Veja a seguir algumas recomendações nesse caso:

Chamar o Corpo de Bombeiros, utilizar as rotas de fuga e não ir pelos elevadores faz parte do procedimento que síndicos e moradores devem adotar em um caso de urgência.

Apesar de não ser obrigatório, o curso de brigada de incêndio é recomendado para síndicos, zeladores e profissionais que atuam em condomínio. Além disso, a manutenção de áreas de risco potencial, como centrais de gás e casas de máquinas, devem estar sempre em dia.


Algumas ações de emergência:

Prevenção

O síndico do condomínio pode distribuir alguns materiais informativos para incentivar os moradores a buscarem conhecimento sobre o tema. E além disso, os equipamentos de segurança e as áreas de risco devem ser vistoriadas seguindo as normas dos Bombeiros. Em um caso de irregularidade, o condomínio pode receber uma multa de até R$ 160 mil.


Pedir ajuda

Dependendo do caso, como algum móvel pegando fogo, pode-se utilizar os extintores ou a mangueira de emergência. Em situações mais graves, deve-se ligar para os Bombeiros pelo número 193 e buscar a rota de fuga rapidamente. Jamais utilize os elevadores, já que os sistemas elétricos podem ser desligados por conta do fogo. É recomendado utilizar as escadas e sempre fechar as portas corta-fogo para evitar que a fumaça invada o local.


Desligar a energia e gás

Em prédios com sistema de gás central, alguém como: o síndico, o zelador ou o morador que conheça o ambiente deve fechar a distribuição do prédio, assim como a energia elétrica. Além disso, não se deve utilizar extintor de pó químico em caso de fogo em equipamentos eletrônicos.


Equipamentos

Os extintores, hidrantes e mangueiras devem ser instalados seguindo as normas técnicas. As portas corta-fogo, detectores de fumaça e sprinklers também são equipamentos muito importantes para reduzir os prejuízos em um caso de incêndio.

2 visualizações0 comentário